Zeitgeist: O que eles não querem que você saiba

zeitgeist

Ele nasceu no dia 25 de Dezembro de um mulher Virgem, seu nascimento foi anunciado por uma estrela que guiou tres reis magos para o local de seu nascimento, lá chegando os reis o abençoaram. Aos 12 anos lhe foi revelado a condição de messias e aos 30 éra considerado santo com seus 12 apóstolos, até ser vendido por 30 pratas por um dos apóstolos e ser crucificado, morreu e ressucitou depois de 3 dias. De quem estou falando? É claro que é de Horus, o filho de Deus, adorado no Egito por volta do ano 3000 A.C.

Vai ver você achou que eu estava falando de Attis (Grécia 1200 A.C).

Me enganei denovo? Seria Krishna (900 A.C).

Ainda não? Já sei, então, você achou que eu estava falando de Dionysius (Grécia 500 A.C), ou Mithra (Pérsia 1200 A.C). Não?

Agora eu já sei, você estava pensando em Jesus né? Essa historia é batida demais, a história de Jesus é um plágio do original Deus Sol (Horus) que antes da igreja católica já havia sido plagiado aproximadamente 1600 vezes em diversas culturas diferentes. Mas vamos ao que interessa

Assisti nesse final de semana o documentário Zeitgeist, e foi uma grata surpresa, achei um pouco longo (1:58:00) mas é muito interessante. Ele explica coisas que eu tinha duvida sobre a religião, a simbologia utilizada pelos cristãos, que agora eu sei que são mais pagãos que nunca. Mostra também como poucas pessoas influenciaram rudo da história da humanidade, fazendo com que tudo sempre caminhe para o pior possivel e dê lucro para que interessa.

Se você é cristão e tem duvidas, ver esse video é obrigatório. Se você é ateu, vai achar o máximo. Se você é conspirologo, o video trans conspirações baseadas em fatos motherfuckers!.

Fiquei realmente em duvida, se as torres do World Trade Center foram derrubadas pelo avião ou detonadas por bombas. Calma, eu não sou maluco, é que no vídeo mostra o depoimento do engenheiro que projetou o prédio para que cada torre aguentasse 3 aviões do tamanho do que bateu e de duas pessoas que ouviram detonações segundos antes do avião bater. Fodástico.

6 Comentários

Arquivado em Uncategorized

6 Respostas para “Zeitgeist: O que eles não querem que você saiba

  1. Gregori

    Bom dia caro editor, achei interessante o artigo, também tenho muitas dúvidas sobre religião, o que me faz ir atrás de informações e a duvidar de tudo. Também olhei o Zeitgeist e fiquei surpreso com as verdades dele, mas passado um tempo, aquela pulguinha atrás da orelha começou a coçar, e pensei “e se eles estiverem mentindo tmb?” foi aí que comecei a pesquisar e vi que a história não fecha.
    Começando por Hórus:
    No mito de Hórus, Seth tinha matado Osíris (pai de Hórus) e despedaçado o corpo em 14 pedaços que foram espalhados pelo Egito. Isis (mãe de Hórus) juntou os pedaços de Osíris, mas não achou o pênis dele, então ela fez um pênis com as suas próprias mãos, e consumou o ato sexual (era uma vez a virgindade!). Durante este ato sexual Isis ficou grávida e deu a luz a Hórus.
    Além disso, o nascimento de Hórus não foi anunciado por estrela alguma, nem havia três reis magos presentes em seu nascimento. A propósito: Nem no nascimento de Jesus! A Bíblia nunca deu nenhum número e apenas se refere a “homens sábios” que visitaram a casa de Jesus (em Nazaré) e não a cena do nascimento (em Belém).
    Em nenhum lugar a lenda de Hórus se refere a batismo algum. Também não existe o personagem “Anup” na lenda.
    O documentário diz que Hórus era conhecido como “Iusa” que significa “o caminho”, ou “o pai”. Ou como o “messias”, “filho do homem”, “pastor”, ou algo semelhante. Na verdade, nunca ninguém foi conhecido como “Iusa”, já que a palavra não existe em Egípcio.
    Hórus só tinha 4 discípulos e não 12. Eram conhecidos como “Heru-Shemsu”. A lenda também fala de 16 seguidores de um grupo maior de guerreiros chamados “‘mesnui” que faziam parte do grupo de guerreiros de Hórus, mas também não são 12, além de não serem contados como discipulos.
    Hórus nunca foi crucificado. Uma das versões da lenda diz que ele foi cortado em pedaços e jogado na água. Isis pediu a um crocodilo (é isso mesmo!) que juntasse os pedaços de Hórus, que não ressuscitou, mas, como no caso de Osíris (pai de Hórus), caminhou para o mundo dos mortos, ou existência após a morte na qual os Egípcios acreditavam.

    Agora Krishna:
    Krishina era na verdade o oitavo filho da princesa Devaki ou seja, sendo oitavo filho, como poderia sua mãe ser virgem ? Casou-se com Rukmini, filha do rei Bishmaka de Vidarbha. Ele também teve outras sete esposas, incluindo Satyabhama e Jambavati, nada a ver com Jesus. Até sua morte quando um caçador, na penumbra da floresta, o confunde com um antílope e o fere, nada de cruz nesta história.

    Attis:
    Attis não era necessariamente nascido de uma virgem (porque não se questiona na história mitológica se ela (Nana) era ou não uma virgem). Átis nasceu de Nana depois que ela comeu o fruto de uma amendoeira que havia sido cultivada a partir do sangue de Cibele.
    Attis foi adorado como o deus da vegetação, responsável pela morte e renascimento da vida vegetal. Acreditava-se que a cada inverno ele morria e na primavera renascia. A Cada nova primavera sua ressurreição era celebrada. O detalhe é que a primavera não se dá em dezembro, nem a mudança das estações era precedida por algum ritual de crucificação, não há nenhuma menção de qualquer túmulo em qualquer lugar, e vendo como ele está morto todo o inverno, É até tautológico dizer que o inverno tem mais do que três dias.

    Outros pontos a mencionar:
    Na bíblia não é mencionado dia se quer referente ao nascimento de Jesus, um dos motivos era a prática de não comemoração de de aniversários natalícios pelo povo hebreu, por ser considerado um ato pagão (pesquisar origem das comemorações de aniversários).
    A celebração do Natal de Jesus foi instituída oficialmente pelo Papa Libério, no ano 354 d.c..
    Segundo estudos, a data de 25 de dezembro não é a data real do nascimento de Jesus. A Igreja entendeu que devia cristianizar as festividades pagãs que os vários povos celebravam por altura do solstício de Inverno.
    Portanto, segundo certos eruditos, o dia 25 de dezembro foi adoptado para que que a data coincidisse com a festividade romana dedicada ao “nascimento do deus sol invencível”, que comemorava o solstício do Inverno. No mundo romano, a Saturnália, festividade em honra ao deus Saturno, era comemorada de 17 a 22 de dezembro; era um período de alegria e troca de presentes. O dia 25 de dezembro era tido também como o do nascimento do misterioso deus persa Mitra, o Sol da Virtude.

    Curioso observar que boa parte das pessoas não se importa com o fato de os dados contidos no Zeitgeist sobre religião não estarem corretos. Motivo? A maioria das pessoas que gostam do documentário simplesmente odeiam as religiões (sejam elas quais forem) e acham que por isso qualquer coisa é válida, inclusive mentir. Acusamos as religiões por serem mentiras, o que nos faz melhor do que eles se mentimos para prejudicar a imagem da religião?

    Não sou religioso e não vejo como uma mentira pode ser melhor do que outra.
    A maior parte de vocês não percebe que estão trocando uma religião por outra. Estão trocando o cristianismo pela crença inabalada no Zeitgeist.

    Abraço a todos;

    Sempre Alerta!

  2. Gregori

    Faltaram as referências:

    http://pt.wikipedia.org/wiki/Zeitgeist,_o_Filme
    http://pt.wikipedia.org/wiki/Krishna
    http://www.britannica.com/EBchecked/topic/323556/Krishna
    http://www.britannica.com/EBchecked/topic/115686/Christmas

    Referencias bibliográficas:

    Horus: He Who Is Above
    Egyptian Mythology: Horus
    The Eye Of Horus
    Encyclopedia Mythica: Horus

  3. Não utilizei nenhuma dessas refererências para escrever esse Post, apenas assisti o documentário e escrevi minha opinião, mas obrigado por sua opinião.

  4. Gregori

    Ok, estava me referindo a minha resposta, que sem referências estaria fazendo o mesmo que o Zeitgeist, só contando lorota.

    Abraço e parabéns pelo blog!

  5. Você parece que é daqueles que deixa de acreditar em tudo que aprendeu a vida toda e passa a acreditar em um vídeo, que apareceu sabe lá de quem.
    O que lhe garante que eles estão falando a verdade? Já assisti vários vídeos também dizendo que Deus não existe e que viemos do macaco. Outros vídeos provam que fomos criados.
    Eu não acredito em qualquer coisa que falam por aí. E vc deveria fazer o mesmo. BOA TARDE!

  6. Eu não acredito em nada que não possa ser comprovado, analiso e pesquiso tudo para tentar conhecer as coisas, não me privo de nada por achar “errado”, apenas tento entender. Você deveria fazer o mesmo…

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s